Documento sem título
 
 
 
     
Documento sem título
Índice Ultravioleta
 
AlmaNews
 
w Notícia - 6 dicas fáceis que vão melhorar a pele do seu gato 6 dicas fáceis que vão melhorar a pele do seu gato

O pelo e a pele do seu gato é muito mais do que só aparência. É, também, um reflexo da saúde do felino. O cuidado com eles com uma boa nutrição, remédios contra carrapatos e boa higiene é essencial para a saúde do seu gato.

Problemas na pele do seu gato podem estar associados à alguma complicação mais grave, de acordo com especialistas. Se seu gato está arrancando o pelo ou coçando com força o rosto e os ombros, pode ser problemas com parasitas ou alergias, por exemplo.

O diagnóstico e tratamento correto sempre deve ser realizado pelo seu veterinário, mas tem algumas coisas simples que você pode fazer para melhorar a saúde da pele do seu gato. Confira:

1- Crie uma dieta com nutrientes essenciais

Alimentar o seu gato com uma dieta balanceada e completa é essencial para a saúde do seu gato no geral, mas alguns nutrientes fazem um papel importantíssimo na saúde da pele.

Omega-6 e omega-3 são chaves para uma pele boa, de acordo com especialistas. O omega-6 pode ser encontrado em óleos vegetais e gorduras animais. Já o omega-3, que ajuda a manter uma barreira de hidratação na pele e tem uma ação anti-inflamatória, pode ser encontrado em óleos de peixe e sementes de linhaça.

2- Considere usar suplementos

Se você está alimentando seu gato com uma dieta balanceada, ele já deverá estar recebendo a quantidade correta de nutrientes. Mas, em alguns casos, a suplementação pode ser benéfica.

Se seu gato está com a pele seca, por exemplo, a suplementação com ácidos graxos pode ajudar. Além disso, a coceira na pele pode ser resolvida pelos suplementos de omega-3, por sua ação anti-inflamatória.

Lembre-se: antes de iniciar o uso de qualquer suplemento, entre em contato com o seu veterinário, para evitar complicações com superdosagem. Por exemplo, alguns suplementos de óleos de peixe contém muita vitamina D, que podem causar problemas sérios relacionados à toxicidade.

3- Invista em boa prevenção contra pulgas e carrapatos

Para aliviar as coceiras, os gatos podem coçar a pele com muita força, causando feridas e perda de pelo na região. Pulgas e carrapatos costumam ser algumas das razões para isso.

A recomendação é uma consulta com o veterinário, para uma prescrição de medicamento adequado, e evitar usar no gato formulações elaboradas para cães.

4- Pratique bons hábitos de higiene

Escovar seu gato pode impedir a formação de nós. Além de desconforto, os emaranhados podem causar infecções de pele e perda de pelo.

Além disso, escovar o pelo do seu gato ajuda a redistribuir os óleos naturais, dando mais brilho ao pelo.

5- Dê banho no seu gato

Na maioria dos casos, não é necessário usar shampoo no seu gato, porque ele mesmo pratica atos de auto higiene. Mas, se seu gato estiver sujo e realmente precisando de um banho, especialistas alertam para usar um shampoo específico para gatos.

Caso ele não seja cooperativo, usar um pano úmido ajuda a remover os possíveis agentes alérgicos do pelo e da pele do seu pet, como mofo, poeira, pólen e restos de grama, por exemplo.

6- Fique atento aos níveis de estresse do seu gato

Se seu gato está se lambendo mais do que o normal, isso pode causar perda de pelo, também conhecida como alopecia. Quando seu veterinário determina que a causa disso é fisiológica e não física, a condição é chamada de alopecia psicogênica.

Os especialistas afirmam que essa compulsão por lamber os pelos é um reflexo comum de estresse, uma forma de distração e alívio do sentimento. Não deve ser confundido com atos de higiene comum dos gatos, pois é excessivo e pode causar ferimentos na pele.

Os donos devem ter cautela com essa condição, pois, além da perda de pelo, os picos de estresse podem desencadear doenças graves, como a doença do trato urinário inferior de felino (DTUIF).

A sugestão dos especialistas para melhorar este quadro é interagir com seu gato o máximo possível, como carinhos e brincadeiras. Quando seu gato está sozinho, alguns brinquedos que soltam comida podem ser uma boa forma de distração.

Fonte: Pet é Pop

 
Documento sem título
 
Faça sua busca:
 
Almaderma

História
Nossos Princípios
Lojas
Espaço Café
 
Canais

Delivery
Convênios

Sustentabilidade

Descarte de Medicamento
 
Produtos

Cosmética e Beleza
Florais
Nutracêuticos
Nutrição
Nutricosmético
Saúde
 
Saúde

Índice Ultravioleta
Newsletter
 
Atendimento

Orçamento Online
SAC
Fale com o Farmacêutico
Fale com o Diretor
Trabalhe Conosco
 
A Almaderma apóia:
Alquimilla Farmácia de Manipulação Eireli EPP - CNPJ: 69.313.286/0001-61 - CVMS: 352590401-477-000062-1-1 - AFE: 0.21148.4 - AE: 1.33944.1 - Rua Jorge Zolner, 455 - CEP13201-039 - Jundiaí/SP - Telefone: (11)4583-2222 - Email: marketing@almaderma.com.br - Farm.Responsável: Heloisa Cristina Menegassi Aguiar Gomes - CRF-SP 50.330. Almaderma Farmácia de Manipulação Eireli EPP - CNPJ: 00.873.312/0001-00 - CVMS: 352590401-477-000069-1-2 - AFE: 7.39291.2 - AE: 1.3384436 - Rua Anchieta, 259 - CEP13201-804 - Jundiaí/SP - Farm.Responsável: Ana Paula Gonzalez Pires - CRF-SP 32.446. Nenhuma parte deste website pode ser reproduzido sem nossa permissão escrita. Qualquer dúvida sobre os produtos divulgados em nosso site, contate nosso atendimento ao cliente. Os medicamentos sob prescrição só serão dispensados mediante apresentação da receita ou envio pelo Site, Aplicativo, Fax, E-Mail ou Whatsapp. É proibido comercializar medicamentos controlados por meio remoto. Medicamentos podem causar efeitos indesejados. Evite a automedicação: informe-se com o farmacêutico. Copyright © 2012 - Produzido por FrameSet