Documento sem título
 
 
 
     
Documento sem título
Índice Ultravioleta
 
AlmaNews
 
Notícia - Descubra o que não pode faltar nas receitas de papinha Descubra o que não pode faltar nas receitas de papinha

A partir dos seis meses de idade, de acordo com a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS), você pode complementar a alimentação do seu filho com deliciosas receitas de papinha. Mas é preciso ter alguns cuidados com o preparo e a oferta dos alimentos.

O nutricionista Breno da Silva Lozi explica as papinhas salgadas precisam ser dadas na hora do almoço, sempre em pequenas quantidades, pois a capacidade gástrica do bebê ainda é pequena. “Elas devem ser oferecidas de forma gradativa, com muita paciência e em ambiente tranquilo”, sinaliza o profissional.

Dicas para acertar nas receitas de papinha

As papinhas apresentam uma série de benefícios à saúde das crianças, conforme sustenta Lozi. “Fornecem vitaminas e nutrientes essenciais ao seu desenvolvimento, reduzem o risco de obesidade e doenças cardiovasculares na idade adulta e diminuem as chances de carências nutricionais como anemia ferropriva e hipovitaminose”, aponta ele.

Os alimentos presentes nelas devem ser complementares em energia e nutrientes – principalmente ferro, cálcio, zinco, vitaminas A e C e ácido fólico. Além, é claro, de estarem livres de contaminação microbiológica ou química. Confira algumas sugestões para suas receitas de papinha:

Alimentos energéticos

Carboidratos: contêm maior densidade calórica, fornecendo energia para o bebê. É o caso da batata inglesa, batata doce, batata baroa, mandioca, inhame, abóbora, milho, aveia e quinoa.

Alimentos construtores

Leguminosas e carnes: fonte de proteínas que vão formar as estruturas do corpo do bebê. É o caso de leguminosas como feijões, lentilha, grão de bico, vagem e ervilha. Também fazem parte da lista as carnes de boi magras, o frango e o peixe. Todas elas, no entanto, devem ser moídas ou desfiadas.

Alimentos reguladores

Legumes e verduras: ricos em vitaminas, minerais e fibras, que garantem a saúde do bebê. São exemplos a abobrinha, berinjela, beterraba, brócolis, cenoura, couve-flor, chuchu, jiló, quiabo, nabo e rabanete.

Além das folhas de agrião, alface, almeirão, chicória, couve, espinafre, mostarda, repolho e rúcula. Vale ainda incluir temperos como cebola, azeite ou óleo de boa qualidade, ervas frescas, coentro, alecrim e sálvia.

Cuidados com as papinhas

Para usufruir de todas as vantagens das receitas, porém, é preciso ter atenção na hora de cozinhar. O nutricionista sugere variar a forma de preparo das frutas. Elas podem ser usadas raladas, amassadas ou peneiradas. Inicialmente, também é fundamental verificar se o bebê não apresentará nenhuma reação adversa aos alimentos.

Se a criança apresentar qualquer reação anormal, como dor de barriga, manchas na pele, assaduras, irritação ou fezes amolecidas, é importante consultar o pediatra antes de reintroduzir as papinhas. Há um cuidado fundamental também em relação à higiene. Lozi fornece algumas dicas:

- Dê preferência à água mineral ou fervida na preparação das papinhas, pois garantem uma produção segura e livre de bactérias ou germes;

- Use sempre ingredientes frescos;

- Lave muito bem as frutas, legumes e hortaliças antes de preparar a papinha;

- Amasse os ingredientes da papinha de bebê com um garfo ou passe-os pela peneira;

- Faça uso das papinhas em até 2 dias (sempre conservadas na geladeira).

Para finalizar, o nutricionista enumera alguns elementos que devem ser evitados nas papinhas. “Ovos inteiros, leite de vaca integral – por conter muita gordura – produtos industrializados com aditivos químicos, açúcar refinado e temperos prontos. O sal deve ser introduzido com moderação, evitando excessos”, conclui.

Fonte: Fortíssima

 
Documento sem título
 
Faça sua busca:
 
Almaderma

História
Nossos Princípios
Lojas
Espaço Café
 
Canais

Delivery
Convênios

Sustentabilidade

Descarte de Medicamento
 
Produtos

Cosmética e Beleza
Florais
Nutracêuticos
Nutrição
Nutricosmético
Saúde
 
Saúde

Índice Ultravioleta
Newsletter
 
Atendimento

Orçamento Online
SAC
Fale com o Farmacêutico
Fale com o Diretor
Trabalhe Conosco
 
A Almaderma apóia:
Alquimilla Farmácia de Manipulação Eireli EPP - CNPJ: 69.313.286/0001-61 - CVMS: 352590401-477-000062-1-1 - AFE: 0.21148.4 - AE: 1.33944.1 - Rua Jorge Zolner, 455 - CEP13201-039 - Jundiaí/SP - Telefone: (11)4583-2222 - Email: marketing@almaderma.com.br - Farm.Responsável: Heloisa Cristina Menegassi Aguiar Gomes - CRF-SP 50.330. Almaderma Farmácia de Manipulação Eireli EPP - CNPJ: 00.873.312/0001-00 - CVMS: 352590401-477-000069-1-2 - AFE: 7.39291.2 - AE: 1.3384436 - Rua Anchieta, 259 - CEP13201-804 - Jundiaí/SP - Farm.Responsável: Ana Paula Gonzalez Pires - CRF-SP 32.446. Nenhuma parte deste website pode ser reproduzido sem nossa permissão escrita. Qualquer dúvida sobre os produtos divulgados em nosso site, contate nosso atendimento ao cliente. Os medicamentos sob prescrição só serão dispensados mediante apresentação da receita ou envio pelo Site, Aplicativo, Fax, E-Mail ou Whatsapp. É proibido comercializar medicamentos controlados por meio remoto. Medicamentos podem causar efeitos indesejados. Evite a automedicação: informe-se com o farmacêutico. Copyright © 2012 - Produzido por FrameSet