Documento sem título
 
 
 
     
Documento sem título
Índice Ultravioleta
 
AlmaNews
 
Notícia - Evite exageros durante a exposição solar Evite exageros durante a exposição solar

É comum desfrutar, em dias ensolarados, de passeios e atividades ao ar livre, ocorrendo assim a exposição intensa aos raios solares. Tanto crianças como jovens e adultos podem se esquecer de aplicar o protetor solar, que é muito importante, e de manterem-se longe do sol no período das 10 da manhã às 3 da tarde, precauções essas que podem evitar queimaduras na pele, ardência, envelhecimento precoce e o temido câncer de pele.

A dermatologista Dra. Alessandra Nogueira explica abaixo as principais consequências da exposição excessiva ao sol. Confira as dicas para não exagerar durante a exposição solar. E se exagerou, saiba corretamente o que deve ser feito.

1. O que se pode fazer depois que a pele se queimou demais?

Resfriar a pele no local queimado, de preferência com banhos de água fria, e hidratar com cremes para pele sensível, sem ureia. Se necessário e de preferência sob orientação médica, usar um creme à base de corticoide no local da queimadura.

2. Quais os cuidados para que a pele não descame?

A descamação acontece em resposta à queimadura solar, que, na sua forma mais leve, se manifesta por meio da vermelhidão. Para evitá-la, o uso do filtro solar é indispensável e a exposição solar deve ser feita sempre dentro dos horários nos quais a radiação UVB é menos intensa: das 8h às 10h ou das 15h às 18h.

3. E se, mesmo assim, descascar? O que deve ser feito?

Hidratar a pele com cremes para pele sensível, sem ureia. Além de evitar “arrancar” a pele que está solta, pois isso pode levar ao aparecimento de manchas.

4. Dizem que quem tem pele oleosa não precisa se preocupar em hidratar a pele. É verdade ou uma pessoa com esse tipo de pele deve aplicar menos creme?

A pele oleosa também tem potencial de ressecar e, por isso, pode e deve ser hidratada. O segredo é utilizar hidratantes que possuam veículos adequados para esse tipo de pele, como loções oil free (sem óleo) ou géis creme. Deve-se evitar na pele oleosa hidratantes com veículo muito gorduroso, porque podem gerar oclusão dos poros e causar espinhas.

5. Muitas pessoas ainda insistem em conseguir um bronzeado sem uma proteção adequada. Qual é o jeito mais saudável de se expor ao sol e conseguir um bronzeado?

Evitar tomar sol das 10h às 15h, pois nesse período o risco de queimadura solar é maior, usar filtro solar sempre que se expuser ao sol e repetir sua aplicação a cada 2 horas. O ideal é iniciar a exposição ao sol em períodos mais curtos, ir aumentando lentamente esse tempo de exposição ao longo dos dias, principalmente se a pele for muito branca. É importante lembrar que o sol é inimigo de uma pele jovem e saudável, pois ele é o grande responsável pelas manchas e rugas que surgem por volta dos 30 anos. O sol tem um efeito nocivo, cumulativo na pele e que só se evidencia tardiamente.

6. Usar bronzeadores, com FPS baixo, é realmente arriscado?

Atualmente, se conhece – e bem – os efeitos nocivos do sol na pele, com envelhecimento precoce e câncer de pele, e não é cabível falar em exposição ao sol sem a aplicação de um fotoprotetor. O uso de bronzeadores é, sim, arriscado, porque potencializa o risco de queimaduras solares.

7. Comer cenoura realmente ajuda a acelerar o bronzeado e manter a cor?

O betacaroteno é uma substância pertencente à família dos carotenoides, presente em diversos alimentos, como a cenoura, o mamão, a beterraba e a abóbora. A cenoura pode também ser ingerida em cápsulas, contudo o betacaroteno não acelera o bronzeamento, mas a coloração amarelada que dá à pele pode proteger contra os raios ultravioleta.

8. Quais são os riscos de aplicar uma loção caseira para bronzear a pele?

O perigo é de que elas potencializem o risco de queimadura solar, deixando a pele mais propensa às manchas ou, o que é pior, podendo causar insolação, quadro em que o paciente pode ter sintomas como febre, náuseas, tontura, dor de cabeça e desidratação após a exposição ao sol.

Fonte: Idmed

 
Documento sem título
 
Faça sua busca:
 
Almaderma

História
Nossos Princípios
Lojas
Espaço Café
 
Canais

Delivery
Convênios

Sustentabilidade

Descarte de Medicamento
 
Produtos

Cosmética e Beleza
Florais
Nutracêuticos
Nutrição
Nutricosmético
Saúde
 
Saúde

Índice Ultravioleta
Newsletter
 
Atendimento

Orçamento Online
SAC
Fale com o Farmacêutico
Fale com o Diretor
Trabalhe Conosco
 
A Almaderma apóia:
Alquimilla Farmácia de Manipulação Eireli EPP - CNPJ: 69.313.286/0001-61 - CVMS: 352590401-477-000062-1-1 - AFE: 0.21148.4 - AE: 1.33944.1 - Rua Jorge Zolner, 455 - CEP13201-039 - Jundiaí/SP - Telefone: (11)4583-2222 - Email: marketing@almaderma.com.br - Farm.Responsável: Heloisa Cristina Menegassi Aguiar Gomes - CRF-SP 50.330. Almaderma Farmácia de Manipulação Eireli EPP - CNPJ: 00.873.312/0001-00 - CVMS: 352590401-477-000069-1-2 - AFE: 7.39291.2 - AE: 1.3384436 - Rua Anchieta, 259 - CEP13201-804 - Jundiaí/SP - Farm.Responsável: Ana Paula Gonzalez Pires - CRF-SP 32.446. Nenhuma parte deste website pode ser reproduzido sem nossa permissão escrita. Qualquer dúvida sobre os produtos divulgados em nosso site, contate nosso atendimento ao cliente. Os medicamentos sob prescrição só serão dispensados mediante apresentação da receita ou envio pelo Site, Aplicativo, Fax, E-Mail ou Whatsapp. É proibido comercializar medicamentos controlados por meio remoto. Medicamentos podem causar efeitos indesejados. Evite a automedicação: informe-se com o farmacêutico. Copyright © 2012 - Produzido por FrameSet